9.7.06

"Girl, you'll be a woman soon"

DOMINGO, DIA DE REFLEXÃO...
Consideraçoes finais da semana que se finda:
- Foi complicada, mas descobri que na vida, SÓ ser do balacobaco nao tem preço, pra todo o resto existe martercard.
- Descobri também que: "Nada é tao quieto quanto parece", por isso da proxima vez que sentir vontade de olhar pro céu numa noite digna de ser "Londrinense" e ter o sentimento de que tudo esta começando a entrar nos eixos, lembrai-vos da MÁXIMA, tudo que está ruim, pode piorar.
- Tenho que repor todos os links que foram apagados quando troquei o template... inháca


Agora tenho motivos pra cantar "chuva traga meu benzinho, que eu preciso de carinho".
Me acomete um sentimento de fraqueza e covardia. O dia nublado me faz lembrar de velhas músicas latinas, mas só encontro cds recentes e que nao me fazem pensar como ele queria. Mas as letras me fazem rir. Começo a olhar as fotos que roubei do album da minha mãe, me forçando a chorar pra que tudo que resta seque e nao precise mais esconder a cara vermelha de saudade no banheiro. De nada adianta, pois ele prefere me fazer sofrer aos poucos, vírgula por vírgula, segundo por segundo, lembrança por lembrança. Apostando sempre na mesma casa e perdendoperdendoperdendoperdendo, sabendo que nao tem volta pra tudo aquilo que foi dito. Sua capacidade de provocar o sofrimento moderado nas pessoas me inveja. É tal manipulador que chego a pensar: ele inventou minha vida e agora me dá alforia, como um teste tao dificil e meticulosamente calculado que penso em desistir. Mas nem esta decisao depende somente de mim. [rárá] É isto nele que me fascina, eu o amo tao imensamente, idolatro o que ele, para mim, parece maldad, mas ele é um gênio, daqueles como nao se fabricam hoje em dia. Sei, com certeza, nao estou preparada pra ele, mesmo assim farei de tudo pra me sair o melhor possivel. Seja lá o que queira provar, estarei sempre aqui, esperando a coragem chegar, pra poder te pedir desculpa, pra dizer que nao sei realmente viver sem a sua manipulaçao doentia, sem os teus conselhos, sem conversar com vc de noite, sem brigar com vc por causa das coisas mais banais do universo, sem brigar pelas batatinhas. Eu nao sei escrever despedidas..................................................... ....................................... .................................................... ..................................................... Senhoras e senhores, é com muito pesar que anunciamos que este ser que vos fala, nao se encontra em condiçoes de escrever...

1 Comments:

Anonymous Franco said...

woa apesar d triste...emocionante seu texto mas só queria dizer q tu num é SÓ do balacobaco tu e muito supimpa e bacana realmente d estourar a boca do balão hehe t adoro mil beijos....tu devia fz seu velho ler isso bjost adoro

11.7.06  

Postar um comentário

<< Home