29.8.05

Quadrophenia

O dia passou tao devagar...
as horas se extenderam. muito tempo e nada eu fiz. aproveitei da minha vida facil e arranjada.
que mediocridade, que egoismo circunscrito.
meus lábios estao tao bem cerrados... só uma coisa me faria movê-los [e só vc sabe o que].

As noites retrocedem. Ninguém é incapaz de me entender. E nao quero que me ele me entenda. como em alguns filmes argentinos que passam de madrugada, no final, quando se chega a uma conclusao: nao era pra ser entendido.
Deixemos assim... coma teoria de expansao do universo.
as noites de repente perfeitas. o dia de repente lindo. o mundo de repente gentil...
...
Hold your breath and count to ten.And fall apart and start again.Hold your breath and count to ten.Start again, start again.Hold your breath and count your step.And fall apart and start again.Start again...

a merda que comi hj tava boa!: saber que as pessoas que vc gostaria de confiar pelo menos pra conversar nao sao nada do que aparentam. triste, uma merda na verdade...