6.11.06


O retorno do Lou Reed no meu winamp foi sensacional, nao só pelo skin em sua homenagem, mas em todas as vezes hoje que chorei com Sunday Morning e os back vocals da Nico. Choro muito com musica. Choro quando Cartola me diz pra chorar -vide post passado- choro quando Beach Boy me diz "don't cry put your head on my shoulder" e quando a versao brasileira desta celebre frase na voz de Sérigo Reis me diz: "bota sua cabecinha no meu ombro e choooora". Sério, eu choro.

Pensei em várias coisas pra escrever, nao lembro de nenhuma entao vou ler a Caros Amigos que comprei no sebo e dormir. Boa noite a todos...
Aloha!

2.11.06

Corra e olha o céu....


no meu radinho...
"Chora, disfarça e chora
Aproveita a voz do lamento
Que ja vem a aurora
A pessoa que tanto queria
Antes mesmo de raiar o dia
Deixou o ensaio por outra
Oh! triste senhora
Disfarça e chora
Todo pranto tem hora
E eu vejo seu pranto cair
No momento mais certo
Olhar, gostar só de longe
Não faz ninguém chegar perto
E o seu pranto oh! Triste senhora
Vai molhar o deserto
Disfarça e chora...
2/nov/2006

28.10.06

Cartola é de fazer chorar...


Não sei se pra bem ou pra mal
se pra direita ou pra esquerda

se pra cima ou pra baixo
se pra preto ou pra branco
se pra nego ou polaco
se é puta ou é santa
se corno ou cachorro
se seco ou molhado
se monstro ou mutante

se é margarina ou sebo
se é mancha ou esporro
se é verde ou amarelo
se cerveja ou café
se pra longo ou curto
se pra gordo ou magro
se é macumba ou missa
se pra valsa ou catira
se pra mundo novo ou velho
se a nuvem é de algodão ou de chuva
se é América ou States
se é canola ou coca
se pra céu ou inferno
se é dádiva ou sina
se é privilégio ou danação
o que eu sei, é que é assim,
de cada amor,
herdará só o cinismo..
.


TIRA: GABRIEL BÁ
http
://10paezinhos.blog.uol.com.br

24.10.06

Comemos pimentão... arrotamos caviar...

Pra não dizer que faltaram oportunidades os candidatos a reeleição se "pegaram" em três debates durante essas duas semanas - Band, Sbt e Record. Agora, só falta a grande decisao, o final combat, pois a Globo vai mediar o último debate dos candidatos, antes da eleiçao, ainda essa semana.
O fato é que, mesmo todos os jornais, Ibope, Datafolha e Vox Populi, dizendo que Alckmim perde nas pesquisas e no debate de ontem com 20 pts de diferença, nao é condizente com o que vimos. É engraçado ver isso entampado nas manchetes, uma vez que no debate de ontem, Lula fez papel de cachorro com o rabo entre as pernas e Alckmim, que não podia deixar a oportunidade passar, fez cara de cão velho e bravo.
As perguntas de Alckmim estavam bem elaboradas, mas o jeito cativante do improviso de Lula fez com que se saísse melhor nas repostas. Pra compensar, suas perguntas eram vagas, pois tentava atacar o tucano referindo-se ao governo de estado de São Paulo.
Será que alguem notou que Lula nao tem argumentos nem sequer motivos pra se reeleger e continuar roubando?
Será que o próprio Lula deixou claro, à todos, que seu projeto de governo é estagnário- e nao social, que seu projeto economico faliu assim como sua credibilidade internacional?
Um amigo meu me pergunta sempre "como o Data folha afirma que 24% dos eleitores desistiram de votar no Alckmim" entao... eu me pergunto o mesmo.

14.10.06

Dançando Jungle Boogie em cima da mase de sinuca!

First step!
Define yourself
Me expliquem, por favor, alguém, por que nao é mais facil escrever como antes?
Antes, sã fazia perguntas com coerencia,
Sabia escrever e lia mais
Nao "mais", lia coisas que pareciam mais úteis.
Agora, nem sequer montar um texto eu sei.
Um fenobarbital hoje, amanhã escatofagico!!!
Hoje anfetaminicos, todo tipo de droga faz o efeito, efeito este que antes tinha dentro de mim, e aonde isso foi parar????
Pergunto-me, personas.
Mas, posso dizer com certeza que todas as experiencias que adquiri serviram pra mostrar o quanto é triste e dolorido faer parte do rebanho e da maioria, e quão dificil é se destacar.
O que antes era natural torna-se trabalho minuscioso.

Second Step!
Define your idea...
Pois é.
Onde ele foi parar?
Se ver ele na rua nao o reconheço mais. Meus ideias, meus valores, todos dissolvidos pelo álcool e afins, não me fazem mais pensar como antes.
Nao me dão mais força...
Nem vontade de sair da cama.

Third Step!
Find someone to be your friend...
Sem comentários....
pelo menos isso eu tenho...

25.8.06

totalmente impermeável...

Às vezes, durante a noite, quando todos aquelas pessoas de bem estao sonhando com a manha de sábado produtiva que terao, com o passeio nas casas Pernanbucanas ou nas mega lojas do Muffato, levanto-me na fissura de um cigarro, o café engana mais nao é suficiente, só me faz ver o sol nascer.
Ah que saudade da Lua de Lá que nao é nada parecida com a que vejo agora. Continuo a olhar para fora da janela com os Olhos fechados, franzidos esperando o mancha rosada desaparecer quando se mistura ao azul anil. Tao lindo, tao puro, tao natural
Que saudade daquela inocencia perdida junto com o primeiro Pall Mall.
"Fiquei tentado ao jogo de te ver só, será um prazer perceber que vc é bem mais, quando em paz..."
Perfumes que nao sinto mais, o Jogo que nunca mais brincamos...

1.8.06

Hummm, putsgrila, tava na ponta da lingua....


Mas, qual era mesmo aquela musica que falava: "it's a kind of funny it's a kind of sad"??? Preciso saber, pois hj voltando para casa, depois da academia, a rua XV parecia estar em tal dormência. Nada além do barulho do meu chaveiro me distraía. Chegava a assustar a maneira como os altos e velhos prédio se curvavam, pareciam que rostos me olhavam nas janelas, e a chuva fininha nao me deixava avistar nada além de vultos e impressoes. E de uma maneira engraçada, mais ainda triste, percebi toda a poesia que compunha a rua. Foi lá que aconteceu meu primeiro namorado e foi la que escondi as mágoas com café e cigarro depois de deixá-lo. A "Baxinha", personagem importantíssimo dentro do cenario. É a famosa dona do café Pop's que, em suas épocas áureas, fazia-se referência em café bem servido. Hoje ainda abriga aquele ar de velharia paulistana, longe de Sao Paulo. Ótimo balcão para ler os jornais...Velha e triste, a rualeta conserva gosto pelos transuentes, brilha nas noites quentes e nas mais frias torna-se um cenário de filmes parisienses, ao menos para mim que vivo cheia de roteiros e roteiros todos ainda sem conlusao. Pode parecer pretensao usar como referencia Paris, mas assim como digo "Paris je't aime" digo, XV je't aime, je't aime XV. Entenda como quiser mas essa vai ser uma parte dessa impestiada cidade que vou sentir falta.